4 Mitos e Verdades sobre o uso de Ômega 3 para tratamento do câncer

O desenvolvimento do câncer é multifatorial, ou seja, envolve fatores entre a genética e o estilo de vida do indivíduo. Apesar de ainda ser uma das causas de mortes mais frequentes no mundo, existem muitos tratamentos bem consolidados no combate dessa doença. 

Além de tratamentos tradicionais, existem diversas terapias complementares com o uso de medicamentos, suplementos alimentares e exercícios funcionais..

Dentre os suplementos alimentares, um dos mais utilizados no tratamento do câncer é o ômega 3. Pois sua ação anti inflamatória age contra os radicais livres diminuindo o estado inflamado do organismo durante a doença. 

Ômega 3 | O que é, para que serve e benefícios| Dra. Priscila Gontijo Corrêa

O ômega 3 se tornou um nutriente bem conhecido, principalmente o uso do suplemento para a prevenção de doenças cardiovasculares. Dessa forma, há muitas informações sobre ele na internet, porém é preciso ter atenção porque nem tudo que falam sobre o suplemento de ômega 3 é verdade. 

Veja, a seguir, alguns mitos e verdades sobre o consumo do suplemento de ômega 3:

1- O suplemento de ômega 3 é o mais recomendado para o tratamento do câncer?

Verdade. Além dos tratamentos medicamentosos, existem terapias nutricionais amplamente recomendadas, e o ômega 3 é o mais recomendado pelos médicos oncologistas. Com resultados que variam da melhora da inflamação corporal durante a doença, da qualidade de vida e também é associado a supressão do desenvolvimento do tumor. Mas apenas consumir o ômega 3 não será suficiente para inibir o desenvolvimento do câncer. Pois ele é considerado um tratamento complementar, ou seja, auxilia no tratamento mas não é responsável pelo cura da doença isoladamente.

2- O Ômega 3 é recomendado para o câncer de mama?

Verdade. Tanto no tratamento quanto na prevenção. Pois com relação a redução do risco de desenvolver o câncer de mama o ômega 3 é relacionada a dois principais mecanismos. Primeiro envolve a redução de moléculas que estimulam a inflamação corporal e o segundo é relacionada a diminuição da sinalização de receptores celulares que estimulam o crescimento de células modificadas. No tratamento do câncer de mama, o ômega 3 é relacionado a menor perda de massa muscular e também atua no controle do ganho de peso relacionado ao tratamento de quimioterapia.

3- Ômega 3 é recomendado para todos os tipos de câncer? 

Mito. Isso só pode ser afirmado quando existirem estudos científicos envolvendo a suplementação de ômega 3 para todos os tipos de câncer. Lógico, que é uma questão de tempo até esses estudos serem desenvolvidos e novos resultados para o tratamento com o ômega 3 aparecerem. Mas atualmente, além do câncer de mama, já se sabe dos efeitos positivos do ômega 3 para o câncer de ovário, pulmão e os diferentes tipos de câncer do sistema digestivo principalmente.

4- Todos os suplementos de ômega 3 são iguais?

Mito. Nem todos os suplementos de ômega 3 são iguais, as duas principais diferenças são com relação a qualidade e sobre a segurança do suplemento para a saúde. Para avaliar sobre qualidade exija laudos técnicos e selos internacionais de garantia.

Como por exemplo o selo IFOS que garante a qualidade e segurança do suplemento de ômega 3. Esse selo irá certificar que aquele suplemento não oferece nenhum risco para a saúde, afirmando que é livre de contaminação por metais pesados por exemplo. Apenas os melhores suplementos de ômega 3 possuem esse tipo de selo e laudos técnicos.

Veja no vídeo, a seguir, um passo a passo para garantir a escolha do melhor suplemento de ômega 3 para a sua saúde: 

Ômega 3|Como escolher a melhor marca por Dra. Priscila Gontijo Corrêa

Para conhecer um ômega 3 de qualidade basta clicar aqui!

Este conteúdo foi desenvolvido pela Nutricionista Mestre em Ciência Dra. Raquel Campos do Blog Vhita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *