Abdominoplastia circunferencial: saiba tudo sobre a técnica

Que a obesidade vem aumentando consideravelmente na população mundial, não é novidade para ninguém. A procura e a melhora nas técnicas das cirurgias bariátricas tem feito com que crescesse também a curiosidade acerca de uma cirurgia plástica específica na clinica de estetica ou estetica corporal: a abdominoplastia circunferencial.

Apesar do nome comprido, a abdominoplastia se refere a, nada mais nada menos, do que a uma técnica cirúrgica que tem como objetivo reconstruir os tecidos frouxos da região abdominal daqueles pacientes que tiveram uma perda acentuada de peso e um consequente acúmulo de pele.

A operação é submetida na região dos flancos e trocantéricas destes pacientes.

A abdominoplastia circunferencial é fortemente recomendada para aquelas pessoas que possuam uma grande flacidez abdominal, acima e abaixo do umbigo e também para quem precisa corrigir o afastamento dos músculos retos abdominais – fator que pode ser decorrente da posição do útero durante a gravidez, no caso das mulheres.

Para quem a abdominoplastia circunferencial é indicada?

Antes de mais nada, é importante ressaltar que aqueles pacientes que ainda possuam um excesso de gordura na barriga não devem se submeter a abdominoplastia circunferencial.

O motivo é o seguinte: com esta gordurinha a mais, o bom resultado do contorno abdominal não será atingido, trazendo a esta pessoa ainda mais frustração com o seu corpo.

Como, na maioria das vezes, quem busca pela abdominoplastia está procurando um contorno abdominal liso, é preciso perder uns quilinhos antes de ser submetido ao bisturi.

De maneira geral, é possível dizer que as pessoas que possuam quantidades pequenas ou moderadas de gordura e estejam com a parede abdominal com baixo grau de flacidez estão melhores preparadas para se submeter ao procedimento. Podemos resumir, portanto:

  • Este tipo de cirurgia exige preparo prévio do paciente;
  • É preciso que não haja excesso de gordura na barriga;
  • Também é indicado baixo grau de flacidez na parede abdominal;
  • Isso resulta em um contorno abdominal liso.

Acima de qualquer coisa, sempre procure atendimento médico especializado e realize todos os exames indicados antes de se submeter à cirurgia propriamente dita, para que não haja demais complicações durante e depois do procedimento.

Detalhes importantes sobre o procedimento

Este tipo de técnica cirúrgica faz com que seja removida uma espécie de elipse de tecido abdominal, fazendo com que possa aparecer uma cicatriz que os especialistas chamam de “dog-ears” (orelhas de cachorro, em português).

Por isso, tenha em mente que o cirurgião pode recomendar, caso a deformidade se estenda para a face anterior ao abdômen, que a cicatriz seja prolongada de maneira lateral, para que um melhor contorno seja desenhado.

A abdominoplastia é realizada com o paciente sob efeito de anestesia geral e ele recebe alta do internamento no dia seguinte ao procedimento.

Os cuidados no pós-operatório são essenciais para garantir o bom resultado da cirurgia: é indicado que o paciente use uma cinta de compressão elástica por um mês e meio, durante todo o dia, e siga estritamente o que lhe for receitado no que diz respeito à medicações (antibióticos, analgésicos, anti-inflamatórios e afins).

O repouso também é recomendado, o retorno às obrigações só é autorizado uma semana após a cirurgia, enquanto a volta às atividades físicas e outros esforços dependem de cada caso específico.

Outros serviços estéticos interessantes

Além da abdominoplastia, existem outros serviços menos invasivos para quem deseja melhorar a aparência. Um bom exemplo é a intradermoterapia para celulite, ideal para que haja perda de gordura localizada sem seja necessário realizar cirurgias ou outros tipos de procedimentos que exijam recuperação posterior.

A técnica, que teve origem na França, é altamente recomendada para tratar celulites e flacidez como um todo. Ela funciona assim: através de injeções, um medicamento é aplicado e faz o trabalho desejado.

De maneira bastante resumida, se o seu desejo é melhorar a vitalidade da pele e reduzir a flacidez, não hesite em considerar a intradermoterapia para celulite como uma opção.

Para quem quer mais do que uma simples limpeza de pele, também há outro procedimento que pode melhorar a aparência da pele do rosto.

aplicação de botox na testa, técnica barata e eficaz, consegue suavizar e reduzir bastante as rugas de expressão do rosto, dando um ar jovial para peles já envelhecidas.

A aplicação do botox é feita com uma toxina que é fabricada pela bactéria Clostridium botulinum, que consegue, ao ser aplicada nos músculos, relaxar absurdamente a região, tornando-a rejuvenescida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *