As atividades físicas mais indicadas para os idosos

O sedentarismo é um inimigo para a saúde e bem-estar em todas as fases da vida. No entanto, ao se manter ativo, o idoso diminui os riscos de desenvolver doenças físicas e mentais.

A atividade fisica na terceira idade também é uma oportunidade para fazer amizades, aumentando a autoestima e a autoconfiança.

Assim, diminuem as chances de o idoso ficar depressivo, ou desenvolver doenças. Portanto, como benefícios do exercício regular para idosos é possível citar:

  • Melhora em quadros de depressão, ansiedade, estresse e mau humor;
  • Melhora na autoestima, autoconfiança e qualidade de vida;
  • Menor perda funcional e mais independência por mais tempo;
  • Melhora na qualidade do sono;
  • Mais amizades e contato social;
  • Controle do peso e do funcionamento corporal;
  • Melhor preservação dos ossos e articulações;
  • Melhora no equilíbrio e na postura;
  • Diminuição dos riscos de desenvolver doenças cardiovasculares;
  • Melhora no controle da pressão arterial;
  • Melhora nas respostas imunológicas;
  • Redução do tabagismo e abuso de álcool e drogas.

Antes de iniciar a prática de qualquer tipo de exercício, o ideal é que o idoso também passe por uma avaliação médica. Ele será orientado com relação ao tipo, intensidade, frequência e duração mais indicados para a atividade física. Dessa forma, cada pessoa realiza as atividades que atende às suas necessidades e condições físicas.

Outra recomendação é a supervisão de um personal trainer para idosos, que pode evitar acidentes. As práticas mais recomendadas são as de pouco impacto, focadas na flexibilidade, equilíbrio e desenvolvimento de força muscular.

Alongamento

Os exercícios de alongamento costumam ser fáceis de aprender e de praticar, tornando-se uma opção simples e eficaz para melhorar a capacidade funcional.

De modo geral, de acordo com estudos na área, os exercícios contribuem para melhorar a flexibilidade, refletindo positivamente no equilíbrio, funcionalidade e controle de dores musculares, principalmente nos idosos com dificuldades de mobilidade.

O alongamento também deve ser feito em conjunto com outras atividades, antes de caminhadas, aulas de dança ou natação, por exemplo.

Caminhada

A caminhada é uma atividade simples, que pode ser feita diariamente, ajudando o idoso a prevenir problemas cardíacos e a controlar a pressão arterial e os níveis de colesterol.

Pode ajudar a tonificar os músculos e fortalecer os ossos dos praticantes, além de dar mais energia e contribuir para o bem-estar físico e mental do idoso.

Isso porque, trata-se de um exercício bastante seguro, devido ao fato de envolver movimentos já conhecidos pelo idoso.

No entanto, para a prática, ele deve começar com pouca velocidade e distâncias pequenas, aumentando gradativamente até alcançar pelo menos 30 minutos de prática três vezes na semana. O uso de um simulador de caminhada também pode ter as mesmas vantagens.

Atividades aquáticas

A natação e a hidroginástica para idosos são exercícios recomendados por permitirem a realização dos movimentos com pouco impacto nas articulações e tendões.

Isso porque são atividades com grande potencial aeróbico, que também auxiliam no desenvolvimento de força muscular e flexibilidade.

As atividades aquáticas prometem efeitos positivos nos sistemas cardiovascular e respiratório. Também ajudam a aliviar o estresse, dão mais disposição para os idosos e permitem a socialização, principalmente a hidroginástica.

Dança

A dança é uma ótima atividade aeróbica para os idosos. Com passos adaptados às condições e necessidades de cada aluno, ela melhora o condicionamento físico, auxilia no ganho de força muscular e flexibilidade, contribui para o equilíbrio e a coordenação motora.

Além disso, é uma atividade bastante prazerosa para a faixa etária. Ao frequentar aulas de dança, os idosos conhecem pessoas, ganham consciência corporal e conhecem diferentes ritmos musicais. O resultado tende a ser um ganho na autoestima, já que o prazer da atividade reflete na qualidade de vida do idoso.

Musculação

A supervisão é essencial para a realização de exercícios de musculação, para garantir a segurança articular e cardiovascular do idoso. Entretanto, a atividade tende a ser muito eficaz para a aumentar a força muscular e a massa óssea dos praticantes.

Os principais benefícios da prática de academia para terceira idade estão ligados à melhora nos fatores de risco cardiovascular, como a obesidade, diabetes, hipertensão ou dislipidemias; controle de osteoporose, sarcopenia, osteoartrite e doenças crônicas; diminuição no risco de quedas e melhora no controle de quadros emocionais.

Com dois treinos semanais, o idoso já pode sentir as vantagens da prática, que pode ser associada a exercícios aeróbicos e de alongamento.

Para alcançar os efeitos positivos e evitar acidentes e lesões, é preciso realizar as atividades físicas de forma consciente e responsável.

A regularidade e a segurança são fundamentais, assim como o acompanhamento de educadores físicos ou fisioterapeutas especializados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *