Como diminuir o consumo de alimentos com gordura

A alimentação saudável é um dos pilares da qualidade de vida, junto ao exercício físico e o cuidado com a saúde mental. Manter a dieta equilibrada, entretanto, não é tarefa muito fácil. São inúmeras as opções de produtos e alimentos saborosos, mas que não contribuem com a saúde no final das contas.

O ideal, então, é eliminar todos eles da alimentação? Nem sempre. E fazer isso pode tornar o processo da vida saudável mais difícil. De acordo com nutricionistas e o próprio Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, o indicado é fazer pequenas mudanças que tornem a rotina mais saudável. E essas mudanças vão desde o alimento em si, até utensílios domésticos, como panelas corretas e guardanapos ideais. 

Confira 5 dicas para diminuir o consumo de alimentos com gordura!

5 dicas para uma alimentação sem gordura

Evite frituras 

Batata frita, salgadinhos de festa, hambúrgueres… é impossível negar que os alimentos fritos, além de fazerem parte do dia a dia da das pessoas, também são muito saborosos. 

Porém, quando consumidos com muita frequência ou em grandes quantidades, podem fazer muito mal. Por isso, quem quer reduzir alimentos gordurosos na rotina, precisa tirar esse tipo de preparo da dieta, principalmente quando a fritura é feita em imersão (alimento todo dentro do óleo quente). Deixe para consumir esses alimentos em datas especiais e de maneira esporádica. Além de ajudar a saúde, eles terão um gostinho ainda mais especial. 

Caso faça fritura em óleo, sempre absorva o excesso

Sabemos que nem sempre é possível evitar a fritura, mesmo em ocasiões esporádicas. Nesses momentos, use guardanapos e papéis absorventes a seu favor para tirar todo o excesso de gordura acumulado no alimento. Esse passo é essencial, pois o óleo que escorre é ainda mais prejudicial. 

Nessa hora, também é preciso observar: escolha um papel absorvente de qualidade, pois muitos acabam ficando cheios de óleo mesmo sem absorver todo o excesso. Além disso, o guardanapo é essencial, pois termina de tirar a gordura que fica na superfície do alimento na hora do consumo. 

Evite consumo de gorduras saturadas

São elas que podem aumentar os níveis de colesterol e fazer mal ao coração e saúde como um todo. As gorduras saturadas estão presentes em diversos alimentos, mas o mais importante é evitá-las nos produtos industrializados, tais como:

  • margarina;
  • queijos gordurosos (amarelos);
  • creme de leite processado;
  • banha; 
  • torresmo;
  • embutidos (linguiça, presunto, peito de peru, salsicha, etc). 

Assim como as frituras, o ideal é evitar o consumo frequente e diário, deixando apenas para momentos específicos, quando não for possível tirá-los do preparo, por exemplo. 

Opte por uma alimentação equilibrada como um todo

Tirar os alimentos gordurosos é apenas um dos pontos para se ter uma alimentação saudável, mas é um passo essencial para isso. Afinal, o consumo de gordura é muito comum na rotina do brasileiro, por isso, apenas o hábito de evitar frituras já faz diferença na saúde. 

Porém, quem realmente deseja ter uma vida mais saudável, precisa estar atento a outros pontos da dieta, como evitar produtos processados (industrializados), comer nas quantidades corretas e preferir preparos mais saudáveis na hora de cozinhar. A alimentação saudável é uma combinação de hábitos.

Prefira alimentos in natura e gorduras naturais

Você sabia que o nosso corpo, na verdade, precisa de gordura? Mas não pense em ignorar todas as dicas dadas até aqui. Na verdade, o que o ser humano necessita mesmo são as gorduras “boas”, aquelas que contribuem com a manutenção das células e ajudam os neurônios a funcionarem da maneira correta. 

Os alimentos indicados para consumir gordura boa são:

  • abacate;
  • avocado;
  • azeitona;
  • azeite de oliva;
  • nozes e castanhas;
  • amêndoas;
  • linhaça;
  • salmão, sardinha e peixes. 

Além do consumo desses alimentos, segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, é preciso sempre balancear seu consumo com outros, considerando proteínas e carboidratos. Lembre-se: tudo em excesso pode fazer mal. 

Texto: Gear Seo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *