Para que serve o óleo de sândalo?

O cheirinho do sândalo já é um velho conhecido das pessoas praticantes de yoga e meditação porque é um aroma muito usado em incensos. Hoje, você vai entender que o óleo de sândalo tem vários benefícios para o corpo e a mente.

Bateu a curiosidade? Continue a leitura!

Para que servem os óleos essenciais?

Os óleos essenciais são capazes de despertar sensações, tratar ou prevenir doenças físicas e psicológicas e melhorar a qualidade de vida de quem os usa.

Os óleos essenciais são compostos concentrados extraídos de plantas. Alguns são obtidos através das flores, outros de raízes, caules, flores e cascas de frutos.

Há milhares de anos, povos em várias partes do mundo já conhecem e usufruem dos benefícios desses elixires. Atualmente, vários desses saberes se concentram na aromaterapia.

Neste artigo, vamos explorar o universo do óleo essencial de sândalo.

Benefícios do óleo essencial de sândalo

O óleo essencial de sândalo é bactericida, antifúngico, hepatoprotector, afrodisíaco, antisséptico, anti-inflamatório, antioxidante, ansiolítico e muito mais.

É calmante

Não é à toa que as pessoas adeptas da prática de yoga e meditação usam incenso de sândalo.

O aroma é capaz de trazer relaxamento para o corpo, acalmar a mente e induzir à meditação profunda.

Ajuda com depressão e ansiedade

Por ser um calmante do sistema nervoso, o óleo de sândalo é capaz de ajudar pessoas com ansiedade, depressão, insônia e síndrome do pânico.

Se você sente que está uma pessoa mais depressiva e ansiosa por causa da pandemia de Covid-19 e do isolamento social, lembre-se de procurar ajuda médica e psicológica!

É afrodisíaco

O óleo essencial de sândalo é conhecido também como o óleo da sensualidade.

Ele é capaz de estimular o desejo sexual e aumentar a libido de homens e mulheres, criando uma aura de confiança e intimidade entre parceiros e parceiras.

Além disso, diminui a ansiedade, que não deixa as pessoas estarem presentes naquele momento.

Melhora a aparência da pele

Pessoas que desejam mudar o aspecto da pele podem recorrer ao óleo essencial de sândalo.

Ele age em peles ressecadas, envelhecidas, com acne, eczema, psoríase e melhora o aspecto da rosácea.

Pessoas com peles sensíveis também podem usufruir dos benefícios.

Bom para o trato urinário

O óleo essencial de sândalo age em infecções urinárias, cistites, uretrites e coceiras causadas pela candidíase.

É expectorante

Este óleo também é capaz de melhorar tosses e problemas respiratórios como bronquite e inflamação em mucosas.

Alivia também dores de garganta.

Ajuda a cicatrizar a pele

Com suas propriedades anti-inflamatórias e antissépticas, além daquelas citadas para melhorar a aparência da pele, o óleo de sândalo também age em queimaduras, coceiras, rachaduras, feridas e pequenos cortes.

É antioxidante

O óleo de sândalo retarda o envelhecimento das células, que ocorre naturalmente através da ação dos radicais livres.

O composto protege o material genético celular, aumenta a imunidade e previne doenças causadas pela degeneração dessas células.

É ótimo para limpeza de ambientes

Óleos essenciais também podem ser usados na limpeza pesada.

O de sândalo é bactericida, antisséptico, antifúngico e repelente, o que vai deixar a sua casa livre de microorganismos e insetos e com um cheirinho delicioso!

Melhora a concentração

Uma ótima característica do óleo essencial de sândalo é que ele ajuda as pessoas a se concentrarem.

Por isso, você pode usar em ambientes de trabalho e de estudos para obter melhores resultados. Em conjunto com a ação de diminuição dos sintomas depressivos e ansiosos do próprio óleo, ele pode ser um aliado no aumento da produtividade e do bem-estar.

Como usar o óleo essencial de sândalo

Existem várias formas de usar o óleo essencial de sândalo. Você deve escolher aquela que está de acordo com os seus objetivos. Veja algumas delas:

  • Diluído em água para banho de assento;
  • Em colares difusores;
  • Diluído em água em borrifadores para limpar e aromatizar o ambiente;
  • Em aromatizadores de ambiente;
  • Difusores;
  • Diluído em água quente para vaporização e absorção da pele do rosto;
  • Diluídos em óleos vegetais para massagens;
  • Diluído em shampoos e cremes de tratamento para cabelo

Lembre-se que os óleos essenciais são líquidos altamente concentrados e que devem ser diluídos antes do uso.

Médicos e aromaterapeutas vão indicar a melhor dosagem para cada caso e alertar sobre reações alérgicas e interações medicamentosas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *