Tártaro como evitar: Saiba a melhor forma de prevenção

Para manter a saúde bucal é preciso fazer a higiene diária dos dentes. Caso ela não seja feita da forma correta, alguns problemas podem acontecer. Um dos mais comuns é o tártaro, placa amarelada que se forma na superfície dos dentes.

 

O tártaro tem relação com outro problema bucal bem comum, as placas bacterianas. Ambos podem ser evitados com ações simples, com uma escovação periódica e a utilização de fio dental. Neste texto falaremos sobre o tártaro e como evitar.

O que é tártaro nos dentes?

 

O tártaro é o acúmulo de placas bacterianas nos dentes (tanto nas partes visíveis, quanto nos cantos mais escondidos). Com o tempo, a placa bacteriana endurece e se fixa na superfície dos dentes, criando uma placa amarelada.

 

O maior problema é que, depois de formado, o tártaro é difícil de ser removido dos dentes. As escovações não conseguem eliminar essas formações, sendo necessária uma intervenção do dentista para retirar o tártaro com ajuda de ferramentas odontológicas específicas.

 

Quais são as causas do tártaro

 

Como ficou claro, uma das principais causas da formação do tártaro é a falta de uma higiene bucal adequada. Isso porque, sem uma higiene bem-feita, acontece o acúmulo de restos alimentares na região bucal.

 

Esses restos de comida favorecem a proliferação de bactérias que podem ser nocivas ao sistema bucal. Já que eles criam o ambiente perfeito para sua reprodução e a realização das ações necessárias para a sua existência.

 

Nesse cenário, existem alguns tipos de alimentos que são mais prejudiciais do que outros, como os açúcares causadores de cáries. Entretanto, o acúmulo de qualquer tipo de alimento pode gerar o crescimento da colônia bacteriana.

 

Com o aumento da colônia das bactérias, aumenta a extensão da placa bacteriana que, se não tratada, pode levar, consequentemente, à formação do tártaro.

 

Entretanto, outros motivos podem ajudar ou levar ao surgimento do tártaro. Por exemplo, a diminuição da produção de saliva.

 

Outro motivo que pode levar ao surgimento do tártaro é a boca seca. Esse sintoma pode ser causado por diferentes motivos e leva a formação de placas bacterianas que, sem os cuidados necessários, leva ao surgimento do tártaro.

 

Por que o tártaro prejudica a saúde bucal?

 

O aparecimento do tártaro pode prejudicar tanto a saúde bucal e também do organismo. O surgimento de tártaro tem um efeito estético imediato, já que deixa os dentes com uma aparência amarelada. Entretanto, se não tratado o tártaro pode ocasionar outros problemas.

 

No que se refere à saúde da boca, o tártaro pode causar gengivite, ou seja, a inflamação das gengivas.

 

Os sintomas mais comuns são desconfortos e sangramentos. Sem o tratamento adequado a gengivite pode levar ao quadro de periodontite que atinge o ligamento periodontal, os tecidos de sustentação dos dentes e o tecido ósseo.

 

Esse segundo caso tem consequências graves, sendo que, no pior cenário, a periodontite pode levar a uma perda dos dentes.

 

Como evitar a formação de tártaro nos dentes?

 

Com alguns cuidados simples e a visita regular ao dentista é possível evitar o acúmulo de alimento na boca e, consequentemente, impedir o surgimento do tártaro. Entre esses cuidados podemos destacar:

 

Passar o fio dental

 

A placa bacteriana se forma nos locais com restos de alimentos, principalmente nos espaços onde a escovação não chega. Por isso, a utilização do fio dental é tão importante. Através dele é possível limpar os espaços que a escova não alcança.

 

Faça a higiene bucal todos os dias

 

A higiene bucal deve ser feita diariamente, com atenção e cuidado para limpar todos os dentes da boca. A recomendação é que a escovação seja feita, no mínimo, três vezes ao dia, depois das refeições e antes de dormir.

 

É importante complementar a higiene bucal com o uso do fio dental e de um enxaguante bucal. Dessa forma, é possível aumentar a área limpa e diminuir a quantidade de placas bacterianas.

 

Visita regular ao dentista

 

Visitas regulares ao dentista também contribuem para evitar o aparecimento de tártaro. Afinal, ele é o profissional capaz de identificar o problema e também de optar pela melhor forma de tratamento.

 

Em alguns casos, apenas a higiene diária não é suficiente. O dentista irá avaliar a situação, orientar qual a forma correta de escovação e indicar quais produtos específicos precisam ser usados para evitar a formação do tártaro.

 

Caso o tártaro já esteja formado, ele é o profissional certo para realizar a raspagem, processo indolor que retira o tártaro da superfície do dente.

 

Conclusão

 

O tártaro é um problema bucal muito comum. Apesar de o tratamento ser simples, a falta de cuidado pode acabar levando a problemas maiores e a perda dos dentes. Para evitar que isso aconteça é preciso fazer a higiene bucal diária e visitar o dentista com regularidade.

 

Sendo assim, os planos odontológicos são uma opção para quem quer economizar e manter a saúde da boca em dia.

 

Acesse o nosso site e conheça nossos planos odontológicos. Aproveite e faça a sua cotação online.

 Conteúdo desenvolvido pela Facilita Seguros  a corretora que descomplica a sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *