Conheça a ortodontia invisível do século XXI

BREVE HISTÓRIA DA ORTODONTIA INVISÍVEL E RECOMENDAÇÕES

Dos primeiros desenhos de braquetes atribuídos aos egípcios e etruscos aos braquetes de hoje, a evolução dos aparelhos ortodônticos tem sido espetacular.

Nos últimos cinquenta anos houve uma melhora considerável nos tratamentos ortodônticos, tornando-os mais eficientes e confortáveis ​​para os pacientes e otimizando os tempos de tratamento.

Diferentes tipos de Brackets com diferentes materiais e mecânicas em que os resultados dependem sempre do ortodontista, dos seus conhecimentos, das bases científicas e dos fundamentos biomecânicos que são aplicados.

Inovações no mundo digital também têm permitido grandes avanços, virtualmente projetando Brackets customizados como na Ortodontia Lingual e a cimentação ou posicionamento dos Brackets com cimentação indireta.

QUANDO FOI CRIADO INVISALIGN?

Com todo esse avanço, em 1997 Zia Chishti e Kelsey, dois alunos de Stanford seguindo os princípios de Kesling e com a ajuda de computadores desenvolveram a ideia de fazer pequenos movimentos nos dentes usando alinhadores removíveis – removíveis de poliuretano –  e em 1999 fundaram a Align Technology que entrou no mercado ortodôntico com uma nova técnica digitalizada com alinhadores, conhecida como Invisalign.

O que a princípio parecia que ficaria por pouco mais que pequenos tratamentos ortodônticos e nas mãos de ortodontistas que se deixavam levar pela tecnologia, tornou-se a opção terapêutica mais avançada, permitindo movimentos controlados com a tecnologia Smart Stage e os resultados com os diferentes tipos de aparelho ortodôntico dependerão do ortodontista que os aplicará.

O sucesso da técnica tem levado à proliferação de mais marcas e casos do que a OMCO especializada em colchetes, eles já anunciaram que seu investimento no desenvolvimento será em Transparente – Ortodôntica Invisível.

QUANTAS MARCAS EXISTEM DE ORTODONTIA INVISÍVEL?

Alineadent, Geniova, Orthocaps, Smile secret, Spark, Clear Correct… todos apostam na Ortodontia Invisível e com certeza em poucos anos terão melhorado suas possibilidades e resultados tentando entrar e competir no mercado por vantagens nos aspectos econômicos.

Mas com mais de 8,3 milhões de tratamentos realizados, o desenvolvimento e investimento em P&D ao longo dos anos faz do Invisalign a melhor técnica e sistema de Ortodontia Transparente-Invisível de rigor, que dá ao ortodontista a possibilidade de tratar todo tipo de maloclusão, por mais severa que seja, ao permitir detalhar a sequência do movimento.

Os melhores ortodontistas nunca se deixaram levar pela moda ou interesses comerciais, mas estão abertos a avanços para continuar estudando e incorporando as melhores opções de tratamento.

Os ´experts´ visionários da Ortodontia Transparente, há mais de 20 anos, com rigor diagnóstico e biomecânico, incorporaram a técnica Invisalign tanto em ambientes clínicos como de ensino.

QUAL A MELHOR MARCA DE ORTODONTIA INVISÍVEL?

É bom que sejam incorporados e que haja concorrência de mais marcas de Ortodôntica Transparente-Invisível, mas o fator determinante não é só o preço, mas o resultado de cada uma delas.

Neste momento é inquestionável que a Técnica Invisalign é a melhor opção e que a maioria dos ortodontistas utiliza por ser a que está há mais tempo no mercado e que mais investe em inovação, oferecendo o que há de mais avançado em tecnologia ao mesmo tempo em que se mantém na vanguarda e oferecendo segurança e eficácia com tratamentos de maior qualidade.

CUIDADO COM INVISALIGN LOW COST

Nos últimos tempos, vemos inúmeras ofertas de clínicas dentárias que oferecem tratamentos a preços baixos. Temos que ter muito cuidado com esses tipos de ofertas, pois muitas vezes são enganosas.

Essas clínicas procuram atrair clientes com ofertas que oferecem um preço muito barato, mas que em última análise não correspondem à realidade e os pacientes têm aquela surpresa ‘incômoda’ ao pagar pelo tratamento por causa das ‘letras miúdas’ desse tipo de promoção. 

Outro risco que podemos encontrar com essa odontologia de baixo custo é não receber o diagnóstico e o tratamento de dentistas de verdade. Nesta profissão, e apesar dos graves problemas que isso acarreta, as taxas de intrusão são elevadas,sendo assim, o paciente deve certificar-se de que o pessoal que o trata está registrado.

Em outras ocasiões, o baixo custo desses tratamentos deve-se ao fato de utilizarem materiais mais baratos que podem colocar em risco a nossa saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *