Imunidade baixa: Sinais de que a sua imunidade está baixa e como aumentá-la

Com a correria do dia a dia, é normal que nos descuidamos um pouco da alimentação, dando preferência por alimentos mais práticos e deixando de lado os mais saudáveis.

Como consequência disso a imunidade baixa, sendo esta a responsável pela defesa do nosso organismo, ficamos muito mais suscetíveis a doenças.

Para se ter uma ideia, para quem está nesta situação, até mesmo uma simples gripe pode ter efeitos fortíssimos, e deixar a pessoa de cama.

Por este motivo, é importante cuidar da saúde e da alimentação, a fim de evitar a baixa imunidade e as inúmeras consequências que acompanham este quadro.

Sinais de que a sua imunidade está baixa

De forma geral, os primeiros sintomas que o nosso corpo transparece a imunidade baixa, estão relacionados como citamos acima com o funcionamento natural da defesa do organismo contra parasitas como bactérias, vírus e fungos, que podem causar doenças.

Por isso, você deve se manter atento aos seguintes sintomas da imunidade baixa, como:

  • Infecções frequentes: bem como a herpes ou infecção de garganta (amigdalite).
  • Febre frequente ou calafrios.
  • Doenças simples: Porém que demoram a passar, ou que se agravam, como a gripe.
  • Presença de manchas na pele: vermelhas ou brancas.
  • Olhos secos.
  • Cansaço excessivo e frequente.
  • Vômito e náusea.
  • Diarreia: frequente por mais de 2 semanas;
  • Queda de cabelo.

Além desses sintomas, a imunidade favorece também o estresse, ainda que, após suas férias ou de uma longa noite de sono.

Você deve ter em mente que o sistema imunológico é formado por células de defesa, que funcionam como uma barreira física para o nosso corpo.

Onde a pele e a acidez do estômago, funcionam como uma barreira para a entrega de bactérias e microrganismos e combatendo infecções quando nós ficamos doentes.

O que pode baixar a imunidade

Como citamos no início deste texto, a imunidade baixa está associada diretamente a nossa alimentação, sendo assim, quando não cuidamos dela, a mesma tende a cair.

Também, nosso sistema imune pode ser enfraquecido por uma gripe, que acaba eliminando nossas células de defesa, e por este motivo que neste período é mais fácil pegar outra doença, como por exemplo, uma amigdalite.

Porém, caso você esteja sempre sofrendo com problemas de saúde, ou infecções, isto talvez possa significar que alguma outra doença pode estar se desenvolvendo em seu corpo.

Exemplos de doenças como a AIDS e o lúpus, são algumas das doenças que diminuem a imunidade do nosso organismo.

Mas há também outros fatores que podem contribuir para este quadro, como anemia, desnutrição, obesidade e alcoolismo.

O nosso sistema imunológico também pode ser comprometido com o uso de alguns medicamentos, bem como os corticoides, que são imunossupressores utilizados por pacientes que transplantaram órgãos.

Medicamentos mais simples também podem causar a imunidade baixa, assim como a Dipirona, tudo dependerá do estado do seu organismo.

Como aumentar a imunidade de forma natural

Em suma, para aumentar a sua imunidade e evitar o aparecimento de doenças que são uma consequência deste quadro, você deve manter uma alimentação saudável, que seja rica em vitaminas e minerais.

Deve-se também diminuir o consumo de gordura, industrializados e açúcar. Mas além da alimentação saudável é preciso também mudar alguns hábitos.

Como por exemplo, parar de fumar. Se for o seu caso, praticar exercícios físicos, sejam eles leves ou moderados, dormir de 7 a 8 horas por noite, ter um peso adequado, consumir bebidas alcoólicas com moderação e evitar o estresse.

Esses hábitos, não devem ser seguidos apenas para evitar a imunidade baixa, mas também para melhorar a sua qualidade de vida.

Alimentos que ajudam a melhorar a imunidade

Agora que você já sabe que uma alimentação saudável e rica em sais minerais é a principal aliada do seu sistema imunológico, você precisa conhecer os alimentos que você deve ingerir para extrair estes.

Confira alguns exemplos:

  • Zinco: camarão, carne vermelha e branca, grãos integrais e castanhas.
  • Selênio: castanha-do-pará, trigo, arroz, gema de ovo e frango.
  • Vitamina E: avelã, sementes de girassol, amêndoa e amendoim.
  • Vitamina C: laranja, abacaxi, tangerina, limão e morango.
  • Ômega 3: peixes em geral e linhaça.
  • Probióticos: leite fermentado e iogurte natural.

Por fim, seguindo nossas dicas, e mudando sua alimentação e seus hábitos, posteriormente você conseguirá se livrar da imunidade baixa e de todas as suas consequências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *