Produtos que fazem bem a sua saúde

Há alguns produtos fáceis de serem encontrados e  incorporados no cotidiano, mas que muitas vezes têm sua importância negligenciada perante aos setores de saúde, principalmente no que diz respeito a alimentação.

As folhas verdes, por exemplo, são versáteis e reúnem diferentes benefícios para o organismo, principalmente quando estão aliadas a uma alimentação balanceada e saudável.

Os principais nutrientes encontrados nas folhas verdes escuras são o folato, fibras, vitamina K, A e C, que contribuem com o organismo de diferentes formas. Entre as principais vantagens, é possível citar:

  • Potencializa o sistema imunológico;
  • Ajuda a regular o trânsito intestinal;
  • Desempenha atividade antioxidante;
  • Contribui com a saúde da pele e dos olhos.

Apesar dos benefícios apontados, é sempre importante recorrer a um profissional qualificado para obter orientações acerca de saúde e alimentação. Entre os principais tipos de folhas verdes escuras é possível citar couve, espinafre, agrião e rúcula.

É importante citar que de forma geral, as folhas apresentam um prazo de validade curto, ou seja, caso o consumo não seja consideravelmente rápido, além de perderem a consistência, ficando com ranhuras, amassadas ou murchas, também podem perder certos nutrientes.

Além disso, o processo de higienização também é fundamental para o consumo.  O indicado é eliminar as que estão comprometidas e lavá-las em água corrente.

As vantagens das frutas vermelhas

Na cesta de frutas, há grandes possibilidades para explorar e entre elas, estão as frutas vermelhas, que reúnem diferentes benefícios para a saúde.

No meio dessas frutas, é possível citar itens como o morango, amora, cereja e framboesa, pois além das tonalidades avermelhadas, as arroxeadas também estão no grupo das vermelhas.

Isso se deve ao fato de serem fontes de vitaminas, nutrientes e fibras, sendo principalmente ricas em vitaminas B e antioxidantes. É interessante citar que a atividade antioxidante é favorável para retardar a atividade dos radicais livres, que são os protagonistas quando se trata da oxidação e envelhecimento precoce de células no organismo.

Além disso, o teor de fibras nessas frutas, assim como no caso das folhas anteriormente citadas, contribui com um melhor funcionamento do intestino e a amenizar o colesterol ruim, tendo como principal consequência a prevenção contra doenças cardiovasculares.

Para consumir, o ideal é garantir a higienização adequada e para potencializar os benefícios dessas frutas, visar o consumo in natura. Vale lembrar que, optar por frutas variadas permite o consumo mais completo de nutrientes. No entanto, é interessante citar que há outras maneiras, como preparar geleias, doces e diferentes tipos de sucos.

Conheça as principais características dos azeites

azeite de oliva está presente na culinária de diversas formas, mas além de sua versatilidade, é importante citar que também pode ser vantajoso para a saúde.

Uma de suas principais características, é a presença da gordura considerada saudável, além do nível de antioxidantes, que já foram apresentados.

Escolher os melhores azeites não é algo relacionado apenas com a marca, como também com as propriedades que cada tipo apresenta.

Entre os principais tipos de azeite, é possível citar o extravirgem, virgem, lampante e o comum, sendo que o primeiro é um dos mais conhecidos.

O azeite de oliva extravirgem é extraído com pressão, em um processo que não apresenta aquecimento. Como é obtido pela primeira prensagem a frio das azeitonas, é considerado o mais saudável de todos. Uma vez que não é refinado, mantém grande parte dos nutrientes mais benéficos, como as vitaminas e antioxidantes.

Já o virgem, é alcançado por meio da azeitona, porém, há procedimentos mecânicos e físicos. De forma geral, é um azeite de qualidade, mas quando comparado a opção anterior, pode apresentar certa distinção no sabor e cheiro.

O caso do azeite lampante é totalmente diferente, pois apresenta uma acidez intensa e, por essa razão, não é indicado para consumo direto.

Por esse motivo, para a comercialização, é necessário que seja submetido a refinação, que engloba processos de neutralização, descoloração e desodorização, além de ser misturado com outros óleos.

Por fim, o azeite comum, é originado do azeite lampante, mas é refinado. Por essa razão, apresenta uma cor mais leve, além de um sabor e aroma menos acentuado.

Para a comercialização, é fundamental que tenha adição de azeite extravirgem ou virgem. Comumente, esse tipo é aplicado para frituras, mas apresenta menores teores de vitaminas.

Conforme apresentado ao longo do texto, há produtos que podem ser muito vantajosos para a saúde, porém, é importante citar que nada substitui indicações e suporte médico.

Para a ingestão consciente, é importante evitar excessos e buscar produtos em prol da saúde, qualidade e de uma alimentação balanceada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *