Quando recorrer aos tratamentos fisioterápicos?

tratamentos fisioterápicos

A fisioterapia é uma área de extrema importância, já que se trata de um conjunto de técnicas que auxilia no tratamento e prevenção de doenças e lesões, assim tornando-se fundamental para a promoção e manutenção da saúde de cada indivíduo.

Em alguns casos, procurar tratamentos fisioterápicos pode ser a melhor solução para diversos quadros problemáticos que uma pessoa pode vir a ter.

Os tratamentos fisioterápicos são apenas para pessoas lesionadas?

É preciso desmistificar a ideia de que os tratamentos fisioterápicos só são úteis a pessoas que passam por alguma situação de acidente, afinal, há vários casos em que sessões de fisioterapia podem ser um grande auxílio, como por exemplo:

  • Pessoas com má postura;
  • Mulheres durante a gestação;
  • Problemas ortopédicos de modo geral;
  • Pessoas com problemas respiratórios crônicos, como bronquite e asma;
  • Portador de alguma deficiência seja física ou mental;
  • Vítimas de um AVC (acidente vascular cerebral), que tiveram movimentos comprometidos por conta disso;
  • Pacientes internados em estado grave;
  • Pessoas que sofreram alguma contusão.

A importância de buscar um profissional

Isso mostra como os profissionais da fisioterapia merecem reconhecimento e valorização, já que atuam diretamente na vida de um paciente de forma, absolutamente, essencial.

Uma clinica de fisioterapia costuma ser bastante procurada por pessoas que têm dor na coluna, por exemplo.

Essas dores podem ser decorrentes de diversos fatores, como a má postura, práticas físicas com movimentos repetitivos, sedentarismo ou até mesmo pode se tratar de um quadro crônico.

O tratamento fisioterápico mais indicado para esse caso depende da causa da dor nas costas.

É por isso que todo paciente deve passar, primeiramente, por uma avaliação com o profissional, que deverá conversar com o paciente e realizar um exame físico para entender o que está acontecendo com o paciente.

Esse exame inicial costuma incluir a avaliação postural que, como o próprio nome sugere, avalia a postura do paciente, podendo diagnosticar alguns problemas nesta, como o raio-x, etc.

A fisioterapia para coluna convencional costuma oferecer diversos tipos de terapias para esse tipo de queixa, como a massagem, a hidroterapia e a cinesioterapia, que se trata de um conjunto de atividades físicas que demandam atividade muscular do paciente – é literalmente a terapia do movimento.

Uma demanda muito grande para os tratamentos fisioterápicos é a fisioterapia para tornozelo, quando há lesões nessa área, geralmente torções, rompimento de ligamentos e até fraturas.

Quando há a entorse do tornozelo, pode ocorrer um inchaço e uma dor tão grandes que pode não ser mais possível, para uma pessoa, suportar o próprio peso sobre ele.

Geralmente, os ligamentos sofrem um estiramento ou uma ruptura quando isso acontece, de forma que a fisioterapia pode ser de grande ajuda, com um programa de reabilitação funcional para o tornozelo.

Os tratamentos fisioterápicos não dispensam cuidados médicos, mas podem ser grandes aliados de um tratamento médico, muitas vezes advindo até mesmo de recomendações de profissionais da medicina.

Programas de reabilitação propostos por fisioterapeutas podem ser muito úteis para queixas desde dor na coluna, no tornozelo, mas também para dor no joelho, no pescoço e em diversas áreas do corpo.

E como acontece a fisioterapia esportiva?

Uma das maiores áreas de atuação na fisioterapia, hoje em dia, é a fisioterapia esportiva.

Provavelmente é a área mais conhecida da fisioterapia pela grande divulgação da mídia, já que é um processo pelo qual jogadores de futebol são submetidos quando sofrem algum tipo de lesão em jogo, por exemplo.

O grande objetivo da fisioterapia esportiva é o retorno, o mais rápido possível, de um atleta para a prática esportiva, após o afastamento por ter sofrido alguma lesão.

Essa área da fisioterapia, também conhecida como fisioterapia desportiva, tem um programa dinâmico voltado, especialmente, aos atletas.

Há diversas atividades terapêuticas propostas pelo fisioterapeuta para o atleta voltar a seu nível de atividade normal.

A fisioterapia tem o efeito de prevenir, ou mesmo reverter, efeitos de inatividade, sendo que, dessa forma, o atleta recupera totalmente o seu nível de competição.

O atleta pode, inclusive, melhorar seu desempenho após o retorno à prática com as atividades que são propostas por fisioterapeutas nessa área.

O foco é garantir que o atleta esteja novamente apto à prática dos esportes de forma saudável.

Para isso, há locais designados especialmente para essa área da fisioterapia, que são os centros de fisioterapia esportiva.

Um centro de fisioterapia esportiva é o lugar ideal para o tratamento de um atleta após uma lesão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *