O que fazer para evitar doenças cardiovasculares?

médica e senhora

Você tem dúvidas sobre o que fazer para evitar doenças cardiovasculares? Se a resposta foi sim, precisa conferir as dicas que estão neste artigo! 

 

Não importa se você utiliza o atendimento público de saúde ou se tem acesso a plano de saúde empresarial, por exemplo, é fundamental cuidar da sua saúde e bem-estar para evitar possíveis doenças. 

 

Com a pandemia de coronavírus, as pessoas estão mais preocupadas com a sua saúde, e uma comprovação disso é a grande procura por teste de Covid. 

 

Quando se trata de problemas cardíacos, você pode evitá-los ao seguir um estilo de vida saudável para o coração. 

 

As doenças cardíacas são uma das principais causas de morte não somente no Brasil, mas no mundo, mas não é inevitável. 

Embora você não possa alterar alguns fatores de risco – como histórico familiar, sexo ou idade – existem muitas maneiras de reduzir o risco de doenças cardíacas.

Neste artigo, você vai conferir algumas dicas sobre o que fazer para evitar doenças cardiovasculares. 

Confira a seguir! 

 

Dicas para evitar doenças cardiovasculares 

Se você quer ter hábitos mais saudáveis para evitar doenças cardiovasculares – e outros tipos de problemas de saúde -, falar com um médico é muito importante, mas aqui estão algumas dicas que poderão te ajudar. 

 

1. Não fume e nem use tabaco

Uma das melhores coisas que você pode fazer pelo seu coração é parar de fumar ou de usar tabaco sem fumaça. Mesmo se você não for fumante, evite o fumo passivo.

 

Os produtos químicos do tabaco podem danificar o coração e os vasos sanguíneos. A fumaça do cigarro reduz o oxigênio no sangue, o que aumenta a pressão arterial e a frequência cardíaca porque o coração tem que trabalhar mais para fornecer oxigênio suficiente para o corpo e o cérebro.

Mas há boas notícias. O risco de doenças cardíacas começa a diminuir um dia após parar de fumar. Depois de um ano sem cigarros, o risco de doenças cardíacas cai para cerca da metade do de um fumante. 

 

Não importa por quanto tempo ou quanto você fumou, você começará a colher frutos assim que parar.

2. Mexa-se: tente fazer pelo menos 30 a 60 minutos de atividade diariamente

A atividade física diária regular pode reduzir o risco de doenças cardíacas. A atividade física ajuda a controlar o peso e a reduzir as chances de desenvolver outras doenças que podem sobrecarregar o coração, como pressão alta, colesterol alto e diabetes tipo 2.

 

Se você não tem estado ativo por um tempo, pode precisar trabalhar lentamente para atingir essas metas, mas, em geral, você deve ter como objetivo pelo menos:

 

  • 150 minutos por semana de exercícios aeróbicos moderados, como caminhar em um ritmo acelerado;

  • 75 minutos por semana de atividade aeróbica vigorosa, como corrida:

 

  • Duas ou mais sessões de treinamento de força por semana.

 

Mesmo as sessões mais curtas de atividade oferecem benefícios para o coração, então, se você não consegue cumprir essas diretrizes, não desista. 

 

Apenas cinco minutos de movimento podem ajudar, e atividades como jardinagem, limpeza, subir escadas e passear com o cachorro contam para o seu total. 

 

Você não precisa se exercitar intensamente para obter benefícios, mas pode ver benefícios maiores aumentando a intensidade, duração e frequência de seus treinos.

3. Mantenha uma dieta saudável 

Uma dieta saudável pode ajudar a proteger o coração, melhorar a pressão arterial e o colesterol e reduzir o risco de diabetes tipo 2. Um plano de alimentação saudável para o coração inclui:

 

  • Vegetais e frutas;
  • Feijão ou outras leguminosas;
  • Carnes magras e peixes;
  • Alimentos lácteos com baixo teor de gordura ou sem gordura;
  • Grãos inteiros;
  • Gorduras saudáveis, como azeite de oliva.

 

Também é importante que você limite a ingestão de:

  • Sal;
  • Açúcar;
  • Carboidratos processados;
  • Álcool;
  • Gordura saturada (encontrada em carnes vermelhas e laticínios integrais) e gordura trans (encontrada em fast food frito, salgadinhos, assados).

4. Mantenha um peso saudável

O excesso de peso – especialmente em torno da cintura – aumenta o risco de doenças cardíacas. O excesso de peso pode levar a condições que aumentam suas chances de desenvolver doenças cardíacas – incluindo pressão alta, colesterol alto e diabetes tipo 2.

 

Uma maneira de verificar se seu peso é saudável é calcular o índice de massa corporal (IMC), que usa sua altura e peso para determinar se você tem uma porcentagem saudável ou não saudável de gordura corporal. 

 

Um IMC igual ou superior a 25 é considerado excesso de peso e geralmente está associado a níveis elevados de colesterol, pressão arterial elevada e aumento do risco de doença cardíaca e derrame.

 

Mesmo uma pequena perda de peso pode ser benéfica. Reduzir o peso em apenas 3% a 5% pode ajudar a diminuir certas gorduras no sangue (triglicerídeos), diminuir o açúcar no sangue (glicose) e reduzir o risco de diabetes tipo 2. Perder ainda mais ajuda a reduzir a pressão arterial e o nível de colesterol no sangue.

5. Tenha um sono de boa qualidade

A falta de sono pode fazer mais do que deixá-lo bocejando; isso pode prejudicar sua saúde. Pessoas que não dormem o suficiente têm maior risco de obesidade, pressão alta, ataque cardíaco, diabetes e depressão.

 

A maioria dos adultos precisa de pelo menos sete horas de sono por noite. Faça do sono uma prioridade em sua vida. Defina um horário de sono e cumpra-o indo para a cama e acordando no mesmo horário todos os dias. Mantenha seu quarto escuro e silencioso, para que seja mais fácil dormir.

 

Se você sentir que tem dormido o suficiente, mas ainda está cansado ao longo do dia, pergunte ao seu médico se você precisa ser avaliado para apneia obstrutiva do sono, uma condição que pode aumentar o risco de doenças cardíacas. 

 

6. Gerenciar o estresse

Algumas pessoas lidam com o estresse de maneiras não saudáveis ​​- como comer demais, beber ou fumar. 

 

Encontrar formas alternativas de controlar o estresse – como atividade física, exercícios de relaxamento ou meditação – pode ajudar a melhorar sua saúde.

7. Faça exames de saúde regulares

A hipertensão e o colesterol elevados podem danificar o coração e os vasos sanguíneos. 

 

Mas sem fazer o teste, você provavelmente não saberá se tem essas condições. O rastreio regular pode dizer-lhe quais são os seus números e se necessita de tomar medidas.

 

Portanto, procure por um médico e converse sobre a frequência necessária para você realizar check ups. 

 

Conclusão

Mudar alguns hábitos diários pode fazer com que você evite doenças cardiovasculares, além de outros problemas de saúde. 

 

Se você tem alguma condição como colesterol alto, pressão alta ou diabetes, seu médico pode prescrever medicamentos e recomendar mudanças no estilo de vida.

 

Certifique-se de tomar seus medicamentos conforme prescrito pelo médico e seguir um plano de estilo de vida saudável.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *