Quais cuidados devo ter com a alimentação das crianças?

A alimentação das crianças é sempre um tema de grande preocupação para os pais, especialmente aqueles que não são habituados com assuntos nutricionais.

Mas, embora pareça complicado, a dieta infantil não precisa ser um bicho de sete cabeças, podendo ser muito mais simples, desde que se saiba qual caminho seguir.

Por essa razão, o artigo de hoje foi desenvolvido com informações a respeito do tema, que poderão auxiliar a quem deseja cuidar melhor da alimentação dos pequenos.

Então, se é isto que você está procurando, tudo o que precisa fazer é continuar com a sua leitura para sanar todas as dúvidas!

A relação entre a saúde e os hábitos alimentares infantis 

Falar sobre dieta para crianças é sempre algo complexo, já que existem diversas opiniões, o que faz com que cada responsável lide com o assunto de uma forma.

Há quem seja desencanado e não se preocupe com isso, enquanto temos também aqueles que acabam exagerando, e criando dietas altamente restritivas para crianças.

Mas, antes de qualquer coisa, não podemos nos esquecer que o foco da alimentação dos pequenos nunca deve sair da saúde, já que esta deve ser uma prioridade.

Durante os primeiros anos da vida, adquirimos nutrientes essenciais para a boa formação e função do corpo, sendo que alguns destes só podem ser obtidos nessa faixa etária.

Para que você entenda melhor, basta pensarmos que o cálcio na infância é fundamental para o bom desenvolvimento ósseo, e caso este seja defasado, ficarão sequelas para o resto da vida.

Além disso, o estilo alimentar dos pequenos é essencial para eliminar os riscos de doenças sérias como diabetes, hipertensão e obesidade, que estão cada vez mais comuns.

Por isso, a cada dia se torna mais importante criar o hábito de acompanhar a alimentação dos filhos, garantindo que a dieta seja rica e livre de componentes negativos para a saúde!

Cuidados essenciais com a alimentação das crianças 

Anteriormente, falamos sobre a relação direta que a alimentação das crianças tem com o desenvolvimento de um corpo saudável e funcional.

Mas é bastante compreensível que muitos pais e responsáveis não entendam tanto deste assunto, já que a nutrição nem sempre é um assunto comum ao dia a dia.

No entanto, fique tranquilo, pois você não precisa ser um expert no assunto para cuidar de seu filho, já que com algumas condutas simples é possível garantir uma dieta saudável e livre de prejuízos.

A fim de te auxiliar no início desta missão, a seguir separamos alguns cuidados práticos e essenciais para se ter na rotina alimentar dos pequenos.

Então, se você pretende melhorar neste quesito, saiba que ao seguir estas informações a melhora já será bastante significativa!

1. Aposte na variedade

Muitos pais acabam se confundindo na dieta dos filhos, e pensando que esta deve seguir o mesmo padrão dos regimes alimentares para adultos.

Especialmente quando se trata de crianças acima do peso, não é difícil encontrarmos pais que retiram todo tipo de gordura, e permitem ao pequeno comer apenas alimentos naturais.

A grande questão é que a dieta infantil não pode ser feita com base em restrições radicais, já que as crianças precisam de uma boa variedade de nutrientes.

Por isso, esqueça a ideia de dar apenas saladas e legumes as crianças, e entenda que eles precisam de outras coisas também.

O prato deve ser sempre recheado de legumes, verduras, grãos, carboidratos, frutas e tantos outros nutrientes.

Sendo assim, em cada refeição, monte um cardápio variado e estimule a criança a experimentar, pois tudo ficará muito mais simples e saudável!

Vale lembrar que existem opções de curso online que mostram de que maneira é possível montar uma boa dieta, então não deixe de conferir!

2. Diminua os doces e as “besteiras”

Quando falamos em dieta infantil, a primeira coisa que devemos ter em mente é que os doces e as besteiras são os principais vilões da boa alimentação.

De nada adianta você montar um prato balanceado para o seu filho, se na sobremesa ele vai comer uma barra inteira de chocolate, ou se no lanche da tarde terá uma coxinha frita grande.

Não há nada de mal em dar alguma besteirinha, já que as crianças gostam de doce e não é um pouco que lhes fará mal.

No entanto, é muito importante que você tenha atenção na quantidade, já que os exageros não são bem vindos.

Além disso, a maior parte da alimentação deve ser saudável, então limite doces e gorduras para momentos esporádicos e específicos.

3. Consulte um profissional especializado em público infantil

Essa é uma recomendação muito importante, já que é natural que muitos pais acabem levando as crianças em profissionais que não são especialistas nesta faixa etária.

Um nutricionista com foco em crianças é melhor capacitado para passar uma boa dieta, já que entende por completo o funcionamento e evolução do organismo infantil.

Hoje em dia, não é difícil encontrar profissionais do gênero, sendo este um investimento bastante valoroso para a saúde da criança.

Vale lembrar que fazer um curso online com certificado também pode te ajudar a compreender melhor as recomendações do profissional, então não deixe de apostar nessa ideia para manter-se atualizado e informado!

4. Acompanhe o dia a dia alimentar da criança 

Por fim, a última dica é tão importante quanto as anteriores, já que acompanhar é um passo fundamental para garantir a eficiência.

De nada adianta você permitir que o seu filho escolha as próprias refeições, já que dificilmente ele optará pelo que é saudável.

Esta deve ser uma responsabilidade dos pais, que devem preparar e planejar todas as refeições.

Além disso, é fundamental que seja dado o exemplo, portanto, busque seguir uma dieta semelhante a do seu filho.

Quando a criança vê que os pais comem frutas, a tendência é que o pequeno queira copiar, e assim passa a experimentar e criar hábitos saudáveis.

Portanto, envolva toda a família no cuidado da alimentação das crianças e assim será muito mais simples acompanhar e garantir as condutas corretas!

Esperamos que as informações tenham lhe ajudado nessa tarefa, lembrando que todas devem ser colocadas em prática para o sucesso da missão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *